6 de setembro de 2004

O VELHO BELCHIOR

VELHA ROUPA COLORIDA
Você não sente nem vê,
mas eu não posso deixar de dizer,
meu amigo,
que uma nova mudança, em breve, vai acontecer.
O que há algum tempo,
era jovem e novo- hoje é antigo.
E precisamos, todos, rejuvenescer.
Nunca mais meu pai falou:
- She's leaving homeE meteu o pé na estrada like a rolling stone.
Nunca mais eu convidei minha meninapara correr no meu carro-
loucura, chiclete e som.
Nunca mais você saiu à rua,
em grupo reunido,o dedo em V, cabelo ao vento, a
mor e flor...que é do cartaz ?
No presente, a mente - corpo é diferente,
e o passado é uma roupa que não nos serve mais.
Como Poe, poeta louco americano,
eu pergunto ao passarinho:
- Blackbird, assum preto, que se faz ?
E ravem-never-ravem-never-raven-never,
assum preto, passo preto, blackbird, me respondeu:- Tudo já ficou atrás.
E raven-never-raver-never-raver-never,blackbird,
assum preto, passo preto, me respondeu:- O passado nunca mais

2 Comments:

Cléia said...

Migo!! Vc está com problemas com o código de linguagem aki... tenta mexer lá no blogger mesmo... setting... format... procura a language... tem q colocar universal unicode, tem algo conflitanto, pq sai td em grego aki...
aconteceu uma vez comigo, qdo mudei o template!
Bjks

Cléia said...

Migo!! Vc está com problemas com o código de linguagem aki... tenta mexer lá no blogger mesmo... setting... format... procura a language... tem q colocar universal unicode, tem algo conflitanto, pq sai td em grego aki...
aconteceu uma vez comigo, qdo mudei o template!
Bjks