13 de maio de 2009

Turn Turn turn

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para nascer, um momento para morrer
Um tempo para plantar, um momento para colher
Um momento para matar, um momento para curar
Um momento para rir, um momento para prantear

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para edificar, um momento para desmoronar
Um momento para dançar, um momento para se condoer
Um momento para livrar-se de pedras, um momento para reunir pedras

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para amor, um momento para ódio
Um momento de guerra, um momento de paz
Um momento em que você deve abraçar, um momento para abster-se de abraçar

Para tudo (vire, vire, vire)
Há uma época (vire, vire, vire)
E um momento para cada propósito, sob o céu

Um momento para ganhar, um momento para perder
Um momento para rasgar, um momento para costurar
Um momento para amar, um momento para odiar
Um momento para paz, eu juro que não é tarde demais

E meu momento de ganhar? Meu momento de rir?

2 Comments:

Denise said...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denise said...

Ahhh, tomara que venha logo seu momento de ganhar ;).. estou aqui na torcida :DDDD

bjssssssssssssss